rede-rs-cidade-2024-brasil-inovador-rio-grande-sul-aldo-rosa-ceo-reconstrucao-doacoes-resgate-acolhimento-abrigo-municipio-enchente-randoncorp-daniel-instituto-elisabetha-randon
industria-inovadora-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-innovation-startup-aldo-rosa-ceo-palestrante-cni-sesi-senai-iel-feira-fiesp-sp
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-cni-cna-cnc-universo-totvs-sp-2
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-cni-cna-cnc-startse-ai-day
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-cni-cna-cnc-sebrae-campinas-innovation-week-1
industria-inovadora-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-innovation-startup-aldo-rosa-ceo-palestrante-cni-sesi-senai-iel-sesi-fispal-tecnologia-feira-sao-paulo

BYD planeja investimento de US$ 14 bi para recursos de piloto automático

BYD planeja investimento de US$ 14 bi para recursos de piloto automático

A BYD, maior fabricante mundial de veículos elétricos, investirá 100 bilhões de yuans (US$ 14 bilhões) para desenvolver recursos para tornar seus carros “inteligentes”.

Wang Chuanfu, CEO e fundador, não deu um prazo específico para o investimento nem mais detalhes. A mudança ocorre no momento em que a montadora chinesa tenta diminuir a distância com rivais que fabricam veículos com sistemas de assistência ao motorista e outras tecnologias avançadas.

A BYD planeja introduzir o que chama de “Navegação no Piloto Automático”, que permitirá aos motoristas tirar as mãos do volante e os pés dos pedais em determinados cenários. O sistema exige que os motoristas toquem no volante a cada 15 segundos e será instalado em carros que custam mais de 300 mil yuans. Também estará disponível como uma opção de atualização para veículos com preços superiores a 200 mil yuans. A BYD não disse se os motoristas serão responsáveis ​​pelos acidentes, caso eles ocorram.

Os sistemas avançados de assistência ao condutor são cada vez mais um importante argumento de venda para os consumidores na China e noutros países. Carros inteligentes podem ser colocados no piloto automático em algumas rodovias e cidades, bem como estacionar sozinhos. Os principais players da China, incluindo Xpeng e Huawei, oferecem recursos ADAS para diferenciar seus veículos e obter preços mais altos.

Os carros conectados e outras tecnologias de condução inteligente são um dos principais focos do plano de 15 anos que o governo chinês delineou para a indústria de veículos eletrificados. Pequim está incentivando cidades selecionadas a criar 200 locais de teste para carros inteligentes, reservar vagas de estacionamento para carros que possam estacionar sozinhos e testar 200 carros sem motorista, de acordo com um comunicado publicado nesta quarta-feira (17).

A Xpeng é há muito considerada um dos fabricantes chineses mais avançados no que diz respeito à condução inteligente, com o seu sistema piloto guiado por navegação, ou XNGP, implementado em 52 cidades em todo o país. O sistema pode fazer com que os carros acelerem, freiem, detectem semáforos e mudem de faixa automaticamente, processando dados em tempo real por meio de sensores e câmeras Lidar.

Os modelos Xpeng também podem vir com um recurso de estacionamento com memória, onde um carro pode se guiar por vários níveis em uma garagem até uma vaga pré-selecionada.

O recurso de navegação no piloto automático da BYD já vem instalado em seu Denza N7 EV. Ele será adicionado aos modelos de luxo da marca Yangwang da montadora, disse a BYD, e provavelmente a algumas de suas séries de carros mais convencionais.

Como parte de sua apresentação no evento em Shenzhen, a BYD também examinou outros recursos não relacionados à direção que pretende adicionar para melhorar a experiência dos motoristas.

O Yangwang U8, vendido por cerca de 1 milhão de yuans, estará disponível com um drone montado em veículo e seu próprio gabinete. Os engenheiros redesenharam o volante para que ele possa se separar da coluna de controle. Os motoristas podem então usá-lo e aos pedais do carro para jogar videogames, como corridas de automóveis.

Em alguns de seus outros modelos mais caros, a BYD está adicionando tecnologia de sensor de movimento com impressão palmar para permitir que os motoristas abram as portas dos carros acenando para elas.

A BYD também deu mais detalhes sobre sua investida no exterior, com um porta-voz da empresa confirmando que sua marca Denza, que é detida em 10% pelo Mercedes-Benz Group AG, será lançada na Europa no quarto trimestre. A BYD também planeja exportar suas marcas Yangwang e Fang Cheng Bao.

Yangwang e Fang Cheng Bao também de luxo provavelmente receberão novas marcas para melhor se adequar ao mercado internacional, disse o porta-voz. Em dezembro, as exportações representaram cerca de 11% das vendas da BYD.

A BYD também revelou formalmente o primeiro de oito navios de carga que a empresa receberá nos próximos dois anos para ajudá-la a exportar veículos elétricos para todo o mundo.

Rikardy Tooge
https://www.infomoney.com.br/