rede-rs-cidade-2024-brasil-inovador-rio-grande-sul-aldo-rosa-ceo-reconstrucao-doacoes-resgate-acolhimento-abrigo-municipio-enchente-randoncorp-daniel-instituto-elisabetha-randon
industria-inovadora-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-innovation-startup-aldo-rosa-ceo-palestrante-cni-sesi-senai-iel-feira-fiesp-sp

“Carro voador” da alemã Lilium começa a ser montado no Brasil

“Carro voador” da alemã Lilium começa a ser montado no Brasil

A produção das fuselagens será feita pela espanhola Aciturri, que já fornece a estrutura para montadoras de aeronaves gigantes, como Airbus, Boing e para a brasileira Embraer.

Os eVTOLs da Lilium devem ser operados pela Azul no Brasil e devem começar a fazer os primeiros voos em 2025. O modelo escolhido é o Lilium Jet.

Ainda em 2021 a companhia aérea brasileira anunciou uma atualização da sua parceria com a alemã, se comprometendo a construir uma malha exclusiva com aeronaves “eVTOL” no país.

Segundo comunicado da companhia na ocasião, a parceria, que pode ter um valor total de até US$ 1 bilhão, inclui uma frota de 220 aeronaves eVTOL.

Contudo, ainda é necessário submeter a aeronave em si — e não protótipos — a testes, para que ela seja certificada e seus voos sejam finalmente liberados pelas autoridades competentes no país.

A concorrente Gol também tem uma parceira para poder competir no mercado das viagens em carros voadores. É a britânica Vertical Aerospace, responsável pelo VX4, escolhido pela aérea.

Em maio, a Eve Air Mobility, a subsidiária de mobilidade urbana da Embraer, também mais um ‘passo’ para colocar o seu eVTOL no ar.

A empresa anunciou que concluiu os testes em túnel de vento do seu modelo. Para tirar o projeto do papel (e colocar no ar) a companhia brasileira acertou duas linhas de crédito no valor total de R$ 490 milhões pelo BNDES.


https://www.infomoney.com.br