rede-rs-cidade-2024-brasil-inovador-rio-grande-sul-aldo-rosa-ceo-reconstrucao-doacoes-resgate-acolhimento-abrigo-municipio-enchente-randoncorp-daniel-instituto-elisabetha-randon
industria-inovadora-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-innovation-startup-aldo-rosa-ceo-palestrante-cni-sesi-senai-iel-feira-fiesp-sp
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-cni-cna-cnc-universo-totvs-sp-2
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-cni-cna-cnc-startse-ai-day
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-cni-cna-cnc-sebrae-campinas-innovation-week-1
industria-inovadora-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-innovation-startup-aldo-rosa-ceo-palestrante-cni-sesi-senai-iel-sesi-fispal-tecnologia-feira-sao-paulo

Instituto Caldeira: hub de inovação trabalha em ações de suporte às pessoas e empresas afetadas pelas enchentes no RS

Instituto Caldeira: hub de inovação trabalha em ações de suporte às pessoas e empresas afetadas pelas enchentes no RS

Instituto Caldeira: hub de inovação trabalha em ações de suporte às pessoas e empresas afetadas pelas enchentes no Rio Grande do Sul

Localizado em Porto Alegre, o instituto vai destinar recursos para a reestruturação das casas de 30 famílias de jovens participantes do programa Geração Caldeira

O Instituto Caldeira, hub de inovação e fomento à nova economia localizado em Porto Alegre (RS), segue envolvido em iniciativas de suporte às pessoas e empresas afetadas pelas enchentes no Rio Grande do Sul. Nos últimos dias, o Caldeira vem liderando um esforço para entender os impactos e repercussões das enchentes nas startups, empresas e organizações associadas ao Instituto, além de mapear e buscar convergências entre ações e iniciativas promovidas por sua comunidade. “Achamos importante criar pontos de conexão, fazer essas iniciativas convergirem para torná-las ainda mais relevantes”, explica Pedro Valério, Diretor Executivo do Instituto Caldeira.

Na última semana, o hub disponibilizou um canal de doação via Pix para aqueles que quiserem e puderem doar recursos financeiros, com o objetivo de usar da sua rede e do alcance da sua comunidade para arrecadação – no site institutocaldeira.org.br/sosrs estão listadas todas as formas de doação, em reais, dólares e euros. Os valores não serão utilizados para reconstrução ou reparos no hub. “A primeira iniciativa de uso dessas arrecadações será destinada a 30 jovens participantes do Geração Caldeira e às suas famílias, que foram fortemente impactadas pela enchente”, diz Pedro. O Geração Caldeira é um programa gratuito que capacita e insere jovens em empregos na nova economia. “Estamos monitorando a situação de todos os 250 alunos formados pelo programa desde a semana passada.”

Os recursos serão destinados por meio da Operação de Volta Para Casa, iniciativa que vem mapeando quem precisa de suporte financeiro direto para reestruturar seus lares. “O grande diferencial dessa ação é que as famílias receberão um cartão carregado com créditos, sem interferência de intermediários. O direcionamento de recurso se dá de forma direta para essas pessoas”, Pedro destaca. “O cartão permite consumo em redes varejistas locais para a reconstrução das casas, e o valor pode contemplar a compra de um enxoval completo, com itens como geladeira, fogão, microondas, cama, colchão, máquina de lavar e guarda-roupa. Dessa forma, além da reconstrução dos lares, ajudamos a estimular a retomada da economia local.”

Em outra frente, o Instituto Caldeira vem articulando um plano de recuperação e reconstrução do hub junto a membros da comunidade, autoridades, e instituições nacionais e internacionais. “Embora a sede física tenha sido duramente impactada, o Caldeira é muito mais do que o prédio: é toda uma comunidade, que, especialmente neste momento, tem se mostrado muito colaborativa, solidária e resiliente”, afirma Pedro.

Com a sede física localizada no Quarto Distrito, uma das regiões de Porto Alegre (RS) mais impactadas pelas chuvas, o Instituto Caldeira ainda não tem previsão de retomada do primeiro andar do prédio, única área atingida pela água. A equipe do hub está trabalhando no processo de remobilização da estrutura, atuando com a Brigada Militar e com iniciativas de segurança privada na região, e fazendo uma avaliação preliminar dos impactos gerados pela enchente, para desenhar um plano de limpeza e reocupação.

Outros hubs de inovação pelo Brasil disponibilizaram, por tempo indeterminado, espaços de trabalho para a comunidade Caldeira: a Tecnopuc (em Porto Alegre), o Conexo Coworking (em Caxias do Sul), a ACATE (em Florianópolis) e o Cubo (em São Paulo) estão recebendo membros da comunidade que precisem de salas onde trabalhar.