rede-rs-cidade-2024-brasil-inovador-rio-grande-sul-aldo-rosa-ceo-reconstrucao-doacoes-resgate-acolhimento-abrigo-municipio-enchente-randoncorp-daniel-instituto-elisabetha-randon
industria-inovadora-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-innovation-startup-aldo-rosa-ceo-palestrante-cni-sesi-senai-iel-feira-fiesp-sp
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-cni-cna-cnc-universo-totvs-sp-2
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-cni-cna-cnc-startse-ai-day
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-cni-cna-cnc-sebrae-campinas-innovation-week-1
industria-inovadora-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-innovation-startup-aldo-rosa-ceo-palestrante-cni-sesi-senai-iel-sesi-fispal-tecnologia-feira-sao-paulo

Plataforma Brasil Exportação é lançada no Web Summit em Portugal

Plataforma Brasil Exportação é lançada no Web Summit em Portugal

Lançada nessa terça-feira (14), durante o Web Summit Portugal, a plataforma Brasil Exportação (BRAEXP) promete revolucionar a forma como os exportadores brasileiros entendem e se preparam para as vendas externas ao conectar, de forma rápida e fácil, empresas a prestadores de serviços de comércio exterior. A iniciativa permite que empresários de diversos portes encontrem inúmeros serviços de internacionalização em um só local, para facilitar e democratizar o acesso às exportações.

O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Ricardo Alban, reforça que a importância de fomentar a internacionalização de empresas de menor porte, o que contribui para torná-las mais competitivas e produtivas.

“A importância da plataforma se dá, principalmente, pela facilidade, velocidade e confiança no acesso às informações, serviços e oportunidades para a exportação de produtos brasileiros, o que faz diferença para as micro e pequenas empresas. É uma ferramenta que tem o potencial de promover a diversificação da economia brasileira e fortalecer a presença do Brasil no comércio global. Ela vai auxiliar as empresas a tomarem decisões informadas e a aumentarem as chances de sucesso no mercado global”, diz Alban.

De acordo com estudo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC) de 2023, as empresas exportadoras tendem a pagar melhores salários e gerar mais empregos. Daí a relevância das políticas públicas de incentivo às exportações, na medida em que a internacionalização pode ser um vetor importante de geração e distribuição de renda.

Segundo o vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, a plataforma é inovadora e inédita em nível mundial. Ela integrará todos os serviços de suporte à exportação para empresas brasileiras, com atenção especial às MPMEs, e será um dos principais instrumentos da recém-lançada Política Nacional de Cultura Exportadora (PNCE).

“Na PNCE, estamos buscando um comércio exterior mais inclusivo, em que mais MPMEs sejam beneficiadas pelas vantagens de fazer parte do mercado internacional. A Plataforma Brasil Exportação será uma ferramenta importante para alcançarmos esse objetivo”, explica Alckmin.

O que os empresários encontrarão na plataforma

O empresário encontra uma ampla variedade de serviços, como estudos, cursos, mapas de oportunidades, eventos, armazenagem, frete, financiamento e muito mais. As missões de negócios e de prospecção internacionais articuladas pela CNI, as capacitações de impacto positivo de micro e pequenas empresas, o programa de capacitações de promoção de negócios digitais, o acesso ao Sistema COD Brasil, além dos cursos de certificação de origem: como conquistar novos mercados internacionais, exportação passo a passo, desenvolvimento e adequação de embalagem para exportação e formação de preço para exportação são alguns dos serviços oferecidos pela Rede Brasileira de Centros Internacionais de Negócios (Rede CIN). 

As demais instituições de ensino também vão divulgar produtos de toda a cadeia da exportação, desde a capacitação e promoção até o financiamento e logística. Em um ambiente digital, a empresa pode pesquisar, avaliar e favoritar serviços de sua preferência, além de interagir com os prestadores de serviços para tirar dúvidas.

“O Brasil está em um excelente momento econômico e vem acumulando excelentes resultados nas exportações. A nossa Balança Comercial vem registrando superávit ao longo de 2023. O mundo hoje é digital e esta mudança veio para ficar trazendo centenas de oportunidades. Os pequenos negócios poderão ter, por meio desta plataforma, informação de qualidade em um só lugar e ainda trocar experiências”, destaca o presidente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Décio Lima. 

Segundo a Diretora de Relações Internacionais da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Sueme Mori, “a Plataforma Brasil Exportação também é uma ferramenta importante para produtores rurais, cooperativas e agroindústrias que precisam de apoio à exportação. Por meio da plataforma, eles terão acesso a uma vasta quantidade de serviços que são essenciais para prepará-los para o comércio exterior. A CNA participa da iniciativa desde o início porque acredita que o trabalho conjunto e coordenado entre as instituições que atuam na promoção das exportações no país é chave para ampliar a participação brasileira no mercado internacional”. 

Para o Chanceler Mauro Vieira, “o lançamento de uma ferramenta inovadora como a Brasil Exportação em muito contribuirá para aproximar o empresariado brasileiro interessado em conquistar espaço no exterior das nossas embaixadas e consulados. Por meio dos Setores de Promoção Comercial e Investimentos de seus postos no exterior, o Itamaraty mantém a tradição de apoiar o setor produtivo nacional. A nova plataforma certamente tornará ainda mais ágil esse contato, facilitando a atuação de nossos empresários nos mais diversos mercados”. 

O presidente da ApexBrasil, Jorge Viana, explica que a BRAEXP estabelece uma conexão direta dos empresários brasileiros com o mundo inteiro, ao integrar empresas exportadoras com uma ampla gama de provedores de serviços de suporte à exportação. Ele destaca ainda que o projeto está alinhado à estratégia da Agência Digital, um dos objetivos estratégicos da ApexBrasil para o novo Plano da Agência para o quadriênio 2024-2027, e visa aumentar a participação de empresas de todos os estados brasileiros nas exportações. “O Brasil tem potencial para ampliar significativamente sua participação no comércio internacional, dando mais oportunidades a empresas menores, empresas das regiões Norte e Nordeste, com modelos de negócios inovadores. A Plataforma Brasil Exportação é nossa resposta a esses desafios, de forma moderna e eficiente”.

Sobre a plataforma BRAEXP

A plataforma é resultado de uma cooperação entre os governos brasileiro e britânico, no âmbito do Programa de Facilitação de Comércio Brasil-Reino Unido, liderado pelo MDIC e pela Embaixada do Reino Unido no Brasil. O projeto será operado pela ApexBrasil com a parceria do Ministério das Relações Exteriores (MRE), do Sebrae, da CNI e da CNA. Unidas, as instituições vão oferecer serviços de comércio exterior para empresas de diversos portes e setores. 

A Brasil Exportação também divulgará os serviços prestados pelos mais de 100 Setores de Promoção Comercial e Investimentos (SECOMs) do Itamaraty instalados em países dos cinco continentes.


https://noticias.portaldaindustria.com.br